Deputada Alessandra apresenta pautas da saúde ao ministro Nelson Teich

DESTAQUE POLÍTICA

Durante a agenda do ministro da saúde Nelson Teich em Manaus, a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) apresentou algumas das principais pautas discutidas na Assembleia Legislativa do Amazonas. A vice-presidente da Casa esteve em reunião com Teich na sede do governo do estado  no domingo, 3, e na segunda-feira, 4, durante visita e fiscalização no hospital de referência Delphina Aziz e no hospital de retaguarda Nilton Lins.



“Estamos na luta diariamente no combate ao novo coronavírus e os últimos dias foi de colaboração efetiva com o governador Wilson Lima e o ministro Nelson Teich, que veio a Manaus para ajudar o governo do estado a aumentar a capacidade de atendimento na rede pública de saúde na capital e interior”, disse a deputada.

Alessandra pediu do ministro o início do programa de testagem em massa no Amazonas; a ampliação dos leitos no hospital de campanha, principalmente a parte de enfermagem para atender as pessoas na fase inicial da doença; e a distribuição de medicamentos para tratamento precoce, para  que a população não saia das UBSs e SPAs  apenas com as receitas e sim com os remédios em mãos.

A deputada relatou que tratou também do apoio emergencial para Manacapuru e ao interior do estado de uma forma mais ampla, com ampliação dos leitos nos municípios-polo. Alessandra solicitou ainda ajuda do Ministério da Saúde para que o Amazonas possa fazer compra direta de medicamentos e equipamentos, como respiradores, sem que precise entrar na justiça; e auxílio do Exército na organização das filas nos bancos que estão pagando o auxílio emergencial, de modo que não haja aglomerações e diminua o risco de proliferação da Covid-19.

“É importante ressaltar o espírito de cooperação entre os governos federal, estadual e prefeituras. Qualquer coisa que tire o foco do nosso principal objetivo, que é combater a doença e salvar vidas, é inoportuna.  Pensar em política agora chega a ser desumano e só conseguiremos salvar o máximo de pessoas com a união entre todos os poderes”, afirmou Campêlo.

Related posts

Leave a Comment