Igreja Evangélica escondia maconha na geladeira e nos fundos do templo

BRASIL CURIOSIDADES DESTAQUE

Agentes do SIG fecharam entreposto e apreenderam quase uma tonelada de maconha

Uma edícula no fundo de uma igreja evangélica, no Bairro Novo Horizonte, em Dourados, era utilizada como entreposto para o armazenamento de drogas que vinham do Paraguai para o Mato Grosso do Sul. Durante a ação do SIG (Setor de Investigações Gerais), realizada nesta terça-feira (22) foram localizados 980 quilos de maconha.

Segundo informações do delegado responsável pela SIG, Rodolfo Daltro, que acompanhou a apreensão, tinha droga armazenada até dentro da geladeira. A maior parte da maconha estava armazenada em fardos de 40 quilos.

No momento em que os agentes da Polícia Civil estavam no imóvel, dois homens que não perceberam a atuação policial chegaram ao local em um automóvel Ford Fiesta, cor preta. Após abordagem, eles conseguiram fugir e entraram em um matagal eu fica nas proximidades.

Apesar de não ser presa, a dupla foi identificada, tratando-se de pessoas residentes em Dourados. Segundo a polícia, há indícios de outras estarem envolvidas no armazenamento da droga do tipo maconha e skunk (uma maconha potencializada).

“Chamou a atenção do SIG o fato de o imóvel onde era armazenada a droga estar localizado em uma área totalmente habitada e, sobretudo, por estar situado aos fundos de uma igreja, o que, segundo imaginaram os traficantes, chamaria menos atenção das forças de segurança”, disse o delgado.

Investigações do SIG revelam que ao longo deste ano, Dourados houve uma migração de traficantes de Ponta Porã para Dourados, uma vez que nos últimos meses diversos entrepostos de armazenamento da droga foram identificados e fechados na cidade.

Alguns dos tabletes de maconha apreendidos no deposito que funcionava no fundo da igreja evangélica, estavam embalados com desenhos do Popeye e Incrível Hulk, personagens americanos de estórias em quadrinhos .

Related posts

Leave a Comment