Mulher é estuprada, espancada e assassinada após se negar a fazer sexo a três

DESTAQUE POLÍCIA

A polícia procura por um homem identificado como Renan Silva da Rocha, de 23 anos, ele é suspeito de ter estuprado, agredido e assassinado uma mulher identificada como Elizeth Pereira de Moraes, de 38 anos. Desde quarta-feira, dia 24, quando ocorreu o caso, Renan saiu de casa com uma mochila cheia de pertences. Segundo uma testemunha, ela foi morta por se negar a ter relação sexual com o suspeito e um adolescente.



Segundo a polícia, a vítima foi encontrada em uma área de mata à beira do km 18 da rodovia estadual AM-240, na entrada da comunidade conhecida como Nova União, no município de Presidente Figueiredo. Moradores encontraram o cadáver e chamaram os policiais do município.

Elizeth foi vista com vida, pela última vez, em um balneário na mesma rodovia, com um grupo de amigos. Depois disso, a jovem foi vista acompanhada de Renan em uma motocicleta. Segundo testemunhas, ela estava visivelmente bêbada quando os dois chegaram em um bar próximo a entrada da comunidade Nova União. Várias pessoas testemunharam os dois bebendo juntos.

Pouco tempo depois um adolescente se juntou aos dois. Após horas bebendo, os três foram vistos atravessando a estrada e indo em direção a área de mata onde Elizeth foi encontrada. Segundo o adolescente, Renan chamou ele para um ménage (sexo com mais de um parceiro ao mesmo temo), mas durante a relação, a moça desistiu. Houve desentendimento entre Renan e a vítima e eles começaram a brigar. Segundo o adolescente, o suspeito então passou a espancar e asfixiar a mulher.

Related posts

Leave a Comment