Operação da PF investiga empresas de fachada por envio de 250kg de cocaína para a Bélgica

AMAZONAS DESTAQUE

A Policia Federal (PF) no Amazonas deflagrou a operação Schelde na capital e no interior na manhã de hoje. O objetivo é investigar organizações criminosas, tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro, uso de nomes e documentos falsos e empresas de fachada.

A operação iniciou após uma apreensão de 250kg de cocaína no Porto de Antuérpia, na Bélgica. A droga estava escondida em vigas de madeira, com destino à Holanda. Uma organização criminosa dedicada a logística do tráfico internacional de drogas foi identificada durante as investigações feitas pela PF. Empresas de fachada de exportação eram usadas nos esquemas para fazer o transporte de drogas para outros Estados brasileiro, países vizinhos e até a Europa.



Há também a suspeita do uso de nomes falsos pelos integrantes da organização criminosa, na tentativa de burlar a justiça. As penas podem passar os 30 anos de prisão.

A PF cumpre hoje sete mandados de busca e apreensão, três mandados de prisão temporária e uma de prisão preventiva. As ações acontecem em Manaus e no município de Tabatinga. O nome da operação é uma referência ao Rio Schelde, à margem do qual se situa o Porto da Antuérpia, na Bélgica, local da apreensão de drogas que deu início a essa investigação.

Related posts

Leave a Comment