Parintinense é morto com tiro na cabeça, em horário de toque de recolher

DESTAQUE INTERIOR POLÍCIA

Dois homens não identificados, que estavam de moto, são procurados pela Polícia Civil de Parintins, suspeitos do assassinato de Pablo Luciano da Silva e Silva Silva, 24 anos, na Rua Padre Victor, bairro Palmares. A vítima passava em frente ao Bar Independência, quando foi encurralada pela dupla e sofreu tiro a queima roupa no lado direito da cabeça, por volta das 19h de quinta-feira (30).

Testemunhas ouviram um som do disparo de arma de fogo e viram duas pessoas fugindo em uma motocicleta, enquanto Pablo Luciano agozinava. O homicídio ocorreu já dentro do horário do Toque de Recolher, das 18h às 6h, em Parintins, devido à pandemia do novo coronavírus. Populares fizeram aglomeração na área de isolamento delimitada pela Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, no local do crime.

O corpo ficou cerca de hora à espera da Polícia Civil e do Instituto Médico Legal (IML), para ser removido. Um disparo, a cerca de meia distância da vítima, foi o suficiente para provocar a morte instantânea, por hemorragia cerebral, conforme o legista Jorge de Paula Gonçalves. O exame de necropsia atestou que o tiro acertou a região temporal e saiu perto da nuca, do lado esquerdo. 

Related posts

Leave a Comment