Polícia Civil e Conselho Tutelar de Eirunepé realizam transferência de adolescente infratora para o município de Feijó, no Acre

AMAZONAS DESTAQUE

Na manhã deste domingo (31/05), por volta das 10h, policiais civis da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Eirunepé (distante 1.160 quilômetros em linha reta da capital), sob comando da delegada-geral Emília Ferraz e coordenação do investigador de polícia, Gonzaga Júnior, gestor da unidade policial, com apoio do Conselho Tutelar do município, realizaram a transferência de uma adolescente de 15 anos para o município de Feijó (AC). Ela cometeu ato infracional análogo ao crime de homicídio, resultando na morte de um jovem de 19 anos, ocorrido no ano de 2019, em um barco, no porto daquele município.




Segundo Gonzaga Júnior, a adolescente estava sob tutela de uma responsável em Eirunepé, em apreensão domiciliar, tendo em vista que a adolescente não poderia responder pelo ato infracional no município de origem, pois se trata de uma região de difícil acesso. A Polícia Civil e o Poder Judiciário do Acre já foram informados sobre a situação em que a adolescente está.

“A adolescente foi encontrada fora de casa, consumindo bebidas alcoólicas, usando entorpecentes e desrespeitando as ordens que lhes foram impostas. Por conta disso, tomamos uma decisão, juntamente com o Conselho Tutelar, de que ela deveria retornar à cidade de origem, no caso, Feijó. A Prefeitura de Eirunepé nos concedeu um avião fretado para fazermos a transferência da menor”, explicou o investigador.

Procedimentos – A adolescente continuará respondendo pelo ato infracional, agora sob direção da Polícia Civil do Acre.

Related posts

Leave a Comment