Professores do Amazonas palestram na Campus Party Digital Edition

DESTAQUE ENTRETENIMENTO

Dois professores amazonenses participam, esta semana, da Campus Party Digital Edition, primeira edição mundial do evento de inovação e criatividade totalmente digital e gratuita, que ocorrerá simultaneamente em 30 países diferentes, entre os dias 09 e 11 de julho. Os docentes da faculdade Martha Falcão foram selecionados para a programação da Campus Party Brasilia e da Campus Party Transire Amazônia.

Por conta da pandemia de covid-19, os eventos presenciais programados para este ano serão online. A interação brasileira da Campus Party com o evento global reunirá a programação prevista para as cidades de Brasília, Goiás e Amazônia.



No dia 09.07, a coordenadora do curso de Engenharia Civil da faculdade Martha Falcão, professora Jossandra Alves, mestre em Clima e Ambiente, apresenta o tema “Drenagem: o rio começa aqui!”, das 20h35 às 21h (horário de Brasília), dentro da programação do evento voltado à Amazônia, no “palco” Green Deal, cujo eixo temático é voltado a negócios e energia limpa e sustentável.

“A cidade de Manaus desde seus tempos áureos vivencia um crescimento urbano intenso. O efeito dessa urbanização impacta o desenvolvimento dos rios que percorrem a cidade, tendo como consequência problemas como inundações e alagamento. O trabalho com o desenvolvimento da educação ambiental na sociedade é uma das medidas que, junto a sistemas de drenagem urbana tradicional ou sustentável, formulam soluções visando a diminuição da poluição dos rios e evitando problemas de alagamentos”, afirma.

O sistema de drenagem, o planejamento e conservação de bueiros, entre outros mecanismos da Engenharia Civil, são fatores que influenciam diretamente na qualidade da água que deságua nos rios e igarapés.

“Toda água proveniente da área urbana toma esse caminho e, por isso, é o início do cuidado que devemos ter com nossos rios. A região Norte é a região mais precária quando falamos de saneamento como um todo, o que envolve água, esgoto e drenagem. Além de ser uma questão de planejamento, o crescimento urbano desordenado desacelera possíveis investimentos, deixando o processo oneroso. Contudo há medidas educacionais e estruturais que podem diminuir esses impactos e custos. É o que pretendo apresentar”, explica.

No dia 10.07, o professor Orlewilson Bentes Maia, apresenta o tema “Agilidade no Ensino: Aplicando os Valores do Manifesto Ágil na Sala de Aula”, dentro da programação da Campus Party Brasília. A exposição acontecerá no “palco” “New Horizons”, voltado a temas como Educação e Cidades, das 14h35 às 15h (horário de Brasília).

O professor dos cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Gestão de Tecnologia da Informação, parte da premissa de que a tecnologia é parte essencial da comunidade e da vida do ser humano que já não consegue se separar dela. Mesmo com novas ferramentas tecnológicas criadas visando os benefícios para a sociedade, tais como telefone celular, computador, Internet das Coisas (IoT), inteligência artificial, pouco se tem aplicado no sistema de ensino. “No entanto, há relatos de professores que têm aplicado técnicas para engajar alunos com o uso de metodologias ativas e metodologias ágeis, por exemplo. Portanto, o objetivo dessa palestra é compartilhar minha experiência em como aplicar os valores do manifesto ágil, que nasceu a partir da necessidade de criar aplicativos com mais valor para o cliente, durante a sala de aula”, explica.

Orlewilson Bentes Maia é doutor em Engenharia Elétrica e pesquisador na TPV Technology. Em 2019, recebeu o prêmio de Mentor do Ano na 4° Cerimônia Anual do Prêmio Jaraqui Graúdo organizado pelo Jaraqui Valley, comunidade voltada à tecnologia e inovação no Amazonas.

O evento

A Campus Party Digital 2020 acontece entre 9 e 11 de julho e traz conferências gratuitas ao vivo e on demand em um palco principal global, que contará com mais de 50 palestrantes de renome internacional e de diversas nacionalidades. Todo o conteúdo será disponibilizado em seis palcos. Além do Palco Principal e Global, outros cinco temáticos transmitirão palestras de forma ao vivo e on demand, com fins de arrecadar fundos à ONG internacional dos Médicos Sem Fronteiras.

Os três polos brasileiros terão diversos palcos com temáticas diferentes, como o Green Deal (energia limpa e sustentável), Joy of Live (entretenimento digital), Living Better (saúde e ciência), New Horizons (educação e cidades inteligentes) e Work Life (emprego e economia). Além disso, haverá uma Arena Podcast, com palestras voltadas ao formato de áudio, e o palco Include, que é o projeto social da Campus Party que monta laboratórios tecnológicos em periferias de todo o Brasil.

O tema desta edição é Reboot the Planet, em tradução livre, “reiniciar o planeta” que terá ainda plataforma específica para arrecadação de donativos para o projeto Médico Sem Fronteiras (MSF).

Related posts

Leave a Comment