Seas recebe kits de higiene e limpeza do Unicef e Médicos sem Fronteiras

AMAZONAS DESTAQUE

A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) recebeu nesta quarta-feira (08/07) doações de itens de material de limpeza e kits de higiene pessoal do Fundo das Nações Unidas de Apoio à Infância (Unicef) e da organização internacional Médicos Sem Fronteiras. É a reafirmação de parcerias firmadas pelo Governo do Amazonas com o objetivo de minimizar os impactos sociais da pandemia provocada pela Covid-19 na população em situação de vulnerabilidade.

O Unicef doou 811 kits compostos por álcool em gel, lenço umedecido, creme dental, desodorante aerossol, sabonete em barra, creme dental e escova de dentes, que serão repassados a entidades socioassistenciais fomentadas pelo Governo do Amazonas. Já a Médico sem Fronteiras doou materiais e utensílios de limpeza (sabão em pó, rodo, baldes, vassouras, papel-toalha, água sanitária, pá de lixo e outros), a serem utilizados na base emergencial de acolhimento provisório da Arena Amadeu Teixeira, na zona centro-sul, e no Abrigo do Coroado, na zona leste, que acolhe refugiados venezuelanos.



A secretária titular da Seas, Maricília Costa, explica que a busca pela proteção das famílias mais vulneráveis durante a pandemia tem sido constante em sua gestão. “Temos nos esforçado para apoiar as pessoas em situação de vulnerabilidade social em Manaus e nos municípios do interior, sem esquecer de dar um suporte para as pessoas que estão na capital e que recorrem aos nossos centros de convivência que também funcionam como base de apoio frente à pandemia”.

Na oportunidade, a representante da Médicos sem Fronteiras, Cecília Hirata Terra, entregou uma publicação com orientações em espanhol sobre a Covid-19. A esse respeito, a secretária executiva da Seas, Michelle Bessa, destacou o caráter de orientação desenvolvido quando as entregas de kits de limpeza e higiene pessoal são realizadas.

“Temos reforçado muito a necessidade do uso da máscara, lavagem das mãos e a importância do uso do álcool em gel para que possamos passar por esse momento desafiador, da forma mais segura possível. E a receptividade tem sido muito boa ao nosso trabalho”, frisou.

Médicos Sem Fronteiras – A organização Médicos Sem Fronteiras está em Manaus desde o mês de abril desenvolvendo atendimento e acompanhamento epidemiológico junto à população mais vulnerável no contexto de pandemia, como a população em situação de rua e os refugiados venezuelanos, incluindo os indígenas da etnia Warao.

O trabalho, desenvolvido em parceria com as secretarias de Saúde e de Assistência Social do Estado e do município, está em fase de encerramento em Manaus, mas prossegue nos municípios de São Gabriel da Cachoeira e Tefé.

Unicef – O escritório do Unicef tem sido parceiro da Seas neste período de pandemia, beneficiando com as doações famílias mais vulneráveis, especialmente, aquelas com idosos. A organização trabalha em parceria com governos estaduais e municipais e organizações da sociedade civil.

Em Manaus, a distribuição do Unicef está focada no público de idosos que vive em abrigos indígenas e não indígenas, compostos por migrantes e refugiados, inclusive Warao; na população em situação de rua, composta por refugiados e migrantes, que estão acolhidos em abrigos temporários por parte do poder público durante a pandemia da Covid-19; idosos inscritos nos Centros de Referência e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Cras e Creas) de Manaus; ribeirinhos e indígenas residentes em Unidades de Conservação (UCs) do estado, entre outros grupos.

Related posts

Leave a Comment