Governo do Amazonas antecipa o pagamento de servidores

AMAZONAS DESTAQUE
Segundo levantamento da Sead, a folha de abril custará R$ 649 milhões

O Governo do Amazonas vai antecipar para terça (05/05) o pagamento de servidores que receberiam na quarta (06/04) e adiantar para segunda-feira (04/05) o salário dos profissionais ativos da saúde – incluindo fundações – e dos bombeiros e policiais militares.

O calendário de pagamento publicado no Decreto nº 41.757, de 30 de dezembro de 2019, prevê que os servidores recebam seus salários no segundo e terceiro dias úteis do mês. O salário de abril, conforme esse decreto, deveria ser depositado na terça (05/05) e quarta-feira (06/05).




O Estado, sempre que a data prevista para pagamento fica para depois do dia cinco de cada mês, antecipa o salário dos servidores. Neste ano, além dessa antecipação referente ao salário de abril, que é pago em maio, o mesmo já ocorreu com o pagamento de janeiro depositado em fevereiro e, também, vai ocorrer com os que serão depositados em agosto, outubro, novembro e janeiro de 2021.

Saúde e segurança – O pagamento de abril ao invés de ser depositado em dois dias, seria pago em uma única data: cinco de maio. Mas, por conta da pandemia provocada pelo novo coronavírus e para reduzir as aglomerações nas agências bancárias, servidores ativos da saúde, bombeiros e policiais militares receberão um dia antes, na segunda-feira (04/05).

Pagamento em dia – O Governo do Amazonas sempre cumpriu as datas dos pagamentos publicadas em decreto e, com isso, os salários dos servidores sempre foram pagos em dia ou antecipados. Levantamento da Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead) aponta que a folha de pagamento de abril beneficiará 112.127 pessoas – 75.295 servidores ativos, 29.707 inativos e 7.125 pensionistas previdenciários. O custo da folha de pagamento do Governo do Amazonas, em abril, será de pouco mais de R$ 649 milhões.

Orientações – A Sead e a Fundação Amazonprev orientam os servidores, aposentados e pensionistas do Governo do Amazonas a evitarem as agências bancárias nos dias de pagamento. A medida é para evitar aglomerações e manter o isolamento social neste período de combate à transmissão do novo coronavírus (Covid-19).

Ao invés de buscarem os serviços nas agências, a Sead e a Amazonprev reforçam as recomendações dos bancos públicos e privados para o uso de aplicativos de smartphones nas transações financeiras, nessa época de pandemia global.

Outra orientação da rede bancária é quanto ao uso dos serviços dos caixas eletrônicos disponibilizados nas agências e em diversas redes de supermercados. Se for extremamente necessário ir a uma agência, os bancos orientam que seja observado o distanciamento de 1,5 metro para o isolamento social. Ainda segundo a rede bancária, a prioridade no atendimento das agências será dos aposentados.

Related posts

Leave a Comment