O ex-Secretário Municipal do Procon Manaus, Rodrigo Guedes, ingressa com Ação Judicial para que R$ 3 BILHÕES do Fundo Eleitoral sejam destinados a beneficiários do Auxílio Emergencial

DESTAQUE MANAUS

O ex-Secretário Municipal do Procon Manaus e ex-Ouvidor Geral da Prefeitura de Manaus, Rodrigo Guedes, ingressou com uma ação judicial na Justiça Federal na qual solicita que os cerca de R$ 3 bilhões do Fundo Eleitoral e Fundo Partidário sejam destinados para os mais de 50 milhões de brasileiros que tiveram cadastro aprovado no Auxílio Emergencial do Governo Federal. Isso renderia a cada brasileiro que teve seu cadastro aprovado entre R$ 50,00 a R$ 60,00.




“Pode parecer pouco para alguns, mas para essas pessoas qualquer real ajuda muito, já que são as que estão passando por maiores dificuldades nesse momento. Se tem um cadastro aprovado pelo Governo Federal, significa que há uma triagem e, com exceção de possíveis fraudes, todos ali estão passando por gravíssimos problemas financeiros, não tendo dinheiro pra pagar contas ou colocar comida no prato dos seus filhos. Além disso, pretendo trazer a discussão para a sociedade de que dinheiro público não é pra ser gasto com candidatos e campanhas, principalmente nesse momento. Por causa de decisões como essas, que o Parlamento criou essa aberração, que o Brasil está como está”, declarou Guedes.

“Um juiz federal já havia decidido que esse recurso deveria ser destinado para a Saúde, no combate e tratamento da Covid-19. Porém o Senado Federal recorreu, com o argumento de que há dinheiro suficiente para a saúde e a Justiça acatou. Se a justiça entende que há dinheiro suficiente para a Saúde, quero ver se vai dizer que esses brasileiros do cadastro emergencial estão com recursos sobrando”, finalizou.

A ação popular, nome dado a esse tipo de ação judicial, tramita na Justiça Federal com o número de processo 1008076-33.2020.4.01.3200.

Related posts

Leave a Comment