Unidade Prisional de Humaitá inicia confecção de máscaras descartáveis para prevenção de Covid-19

DESTAQUE INTERIOR
A Unidade Prisional de Humaitá (UPH), localizada a 675 quilômetros de Manaus, em linha reta, se juntou às outras unidades do Amazonas na produção de máscaras descartáveis para o combate ao novo coronavírus. A produção começou nesta semana, com contribuições de pessoas locais em parceria com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).



Com o título “+ Amor ao Próximo”, o projeto busca alcançar uma produção diária de 50 máscaras confeccionadas. Até o momento, duas internas do regime fechado, pertencentes aos projetos de remição de pena, estão realizando os trabalhos de corte e de costura.

“Diante desta pandemia que assombra o mundo, tivemos a ideia de parar o artesanato, para abraçarmos o combate e prevenção da Covid-19. Assim começamos a confeccionar máscaras para os internos e para a população carente. Nada está tão bom, que não possamos melhorar”, declarou o diretor da UPH, Rodrigo Martins de Oliveira.

Higienização   A Unidade Prisional de Humaitá tem tomado todas as medidas recomendadas pela Seap como higienização do ambiente, isolamento de pessoas do grupo de risco, utilização de equipamentos de proteção individual, entre outras. Por isso, não há nenhum caso de infecção da Covid-19 na unidade.


Casos em Humaitá – No entanto, até o momento, já há dois casos confirmados da doença na cidade e um em investigação. O município tem uma população de quase 45 mil habitantes.

Related posts

Leave a Comment